História e Contexto

destaque_historia

[notice]ESTÓRIA DA TCHILOIA

“…Era uma vez uma menina muito curiosa chamada Tchiloia que morava no meio do bairro. Quando a Tchiloia saía da escola, encaminhava-se para casa para ajudar a mãe que trabalhava o dia inteiro no mercado.

Depois de cozinhar, dar de comer aos irmãos e pô-los a dormir, a Tchiloia agarrava-se aos pedaços de jornais, revistas e tudo mais que tivesse letras impressas, que apanhava no caminho da escola para casa, na tentativa de decifrar o enredo das histórias e viajar com elas para lugares imaginários em que tudo o que se sonha é possível.

Um dia, a professora Dona Antónia emprestou um livro à Tchiloia pois tanta pena tinha da menina, que gostava tanto de ler livros e tanta dificuldade tinha em tê-los entre as mãos.”

[/notice]

NASCIMENTO DO INTASA

Esta é a estória muito simples que, embora fictícia, desencadeou entre um grupo de jovens e profissionais uma série de conversas e tertúlias sobre a necessidade do combate à iliteracia em Angola.

Às questões básicas de como poderia uma criança cheia de dificuldades satisfazer as suas necessidades de acesso à leitura; de como poderia ela contactar com outras realidades; de como a ajudaríamos a concretizar os seus sonhos; de como lhe daríamos um ensino sustentado e de qualidade; e de como poderíamos contornar os dados estatísticos; nasceu a união do esforço comunitário, a ideia das bibliotecas infanto-juvenis e o próprio INTASA.

Queremos que as nossas “Tchiloias” e “Tchiloios” cresçam em conhecimento e com a capacidade de dar critério às suas vidas.

CONTEXTO

Com o fim do conflito armado que durou cerca de 30 anos em Angola, finalmente podemos rumar à estrada que leva ao desenvolvimento. Temos um país novo, com uma população jovem, onde mais de 40% tem menos de 14 anos e uma idade média de 18 anos. Contudo, o nosso Índice de Desenvolvimento Humano ainda se encontra como um dos mais baixos do mundo.

Avistamos os inúmeros desafios e barreiras a enfrentar, no entanto acreditamos que Angola apresenta um grande potencial enquanto país. O INTASA, juntamente com os seus colaboradores e voluntários, deseja ser um agente transformador deste segmento mais jovem da nossa população, porque apenas uma juventude confiante, consciente, activa e com uma profunda sede pelo conhecimento pode enfrentar os obstáculos que a nossa nova história impõe.